Você sabia que 68% dos fregueses estão insatisfeitos com os atendimentos que recebem dentro dos restaurantes? Se você quer que seu restaurante se mantenha no mercado e possa crescer, é fundamental respeitar as boas práticas no atendimento ao cliente. Para tanto, é preciso manter em mente que o cliente é a peça fundamental de qualquer estabelecimento.

Um consumidor insatisfeito só voltará ao lugar em que foi mal atendido por falta de opção. Para mudar essa realidade e fidelizar os clientes, é necessário estar sempre melhorando. Afinal, o bom atendimento garante que a pessoa voltará ao seu restaurante e, quem sabe, traga os amigos junto da próxima vez.

Recepcionar o público da maneira correta é uma atividade trabalhosa, que exige treino e constante vigilância, mas os resultados mais do que compensam o esforço despendido. Um freguês satisfeito tem preferência pelo seu restaurante: ele comemora as ocasiões importantes ali e ainda indica o serviço para outras pessoas.

Para receber todo esse carinho do seu consumidor, é necessário merecê-lo. Pensando nisso, no post de hoje, apresentamos as 5 boas práticas no atendimento ao cliente que deixarão seus fregueses com o sorriso aberto. Continue com a gente e mãos à obra!

O que são boas práticas no atendimento ao cliente?

Antes de mais nada, vamos deixar claro o que são as tão faladas boas práticas no atendimento ao cliente. Apesar do nome bonito, não existe segredo, boas práticas é o nome que se dá para as atitudes, comportamentos, atividades e processos que são comprovadamente eficientes e trazem bons resultados para um tema específico. Nesse caso, o atendimento ao cliente em bares e restaurantes.

Sabendo disso, vamos à nossa lista com 5 boas práticas no atendimento ao cliente que trazem ótimos resultados e não possuem custo nenhum para aplicação:

1. Preze sempre pela educação

Todo contato humano deve ser precedido da boa e velha educação. Essa é a forma mais clássica para evitar conflitos e firmar boas relações interpessoais.

Durante o atendimento aos fregueses no restaurante, essa prática é sempre bem-vinda. Seja na recepção, servindo os pratos, na hora de fazer as cobranças ou quando o cliente está reclamando, a educação deve preceder a fala de todos os funcionários do restaurante.

2. Seja simpático o tempo todo

Simpatia, segundo o dicionário Priberam, é o sentimento de atração moral que duas pessoas sentem uma pela outra, ou seja, é quando uma pessoa identifica-se com a outra pelo comportamento dela.

Ser simpático é mostrar ao cliente os comportamentos que ele gostaria de ver. Esses comportamentos podem ser o cumprimento acompanhado de largo sorriso, prestar assistência sempre que necessário, retirar as dúvidas, ofertar auxílio, etc. Basta repetir aquilo que o cliente aparenta gostar.

3. Saiba comunicar-se com o consumidor

Quem entra em contato com os clientes precisa falar a mesma língua que eles. Seu freguês é uma pessoa mais velha, com poder aquisitivo mais elevado, que vai ao restaurante apreciar um bom vinho? Ou são jovens, que querem tomar cerveja e bater papo?

Existe um universo separando esses dois grupos de fregueses, e cada um deles quer ser atendido de maneiras distintas. Certifique-se de que todos os funcionários que entram em contato com os clientes saibam diferenciar isso e atender da maneira correta.

4. Tenha agilidade até nas pequenas coisas

Em um restaurante, obviamente, frequentemente lidamos com pessoas que estão com fome. Isso é o suficiente para deixar uma pessoa irritada e, por isso, todo cuidado é pouco na hora de atender um cliente.

Não é apenas a cozinha que precisa ser ágil. Todo o processo de recepcionar, oferecer o cardápio e dar sugestões, enfim, o atendimento completo deve ser feito de imediato, sem atrasos ou enrolações.

5. Acolha todas as reclamações

Como dissemos anteriormente, existe uma grande chance de o cliente chegar ao restaurante de mau humor. Ou seja, o melhor que os recepcionistas e garçons podem fazer é evitar criar mais motivos para tal.

Mesmo tentando manter as boas práticas no atendimento ao cliente, sempre existirá alguém para reclamar do serviço. Nessa hora, é importante dar razão ao freguês e acolher a reclamação. Discutir com o cliente irritado apenas fará com que você também perca a calma, além de levar à perda de um cliente.

Viu só? Com essas 5 dicas simples e certeiras, você revolucionará as boas práticas no atendimento ao cliente do seu estabelecimento. Só não se esqueça de mantê-las como parte do cotidiano da equipe toda, combinado?

E no seu restaurante, quais são os maiores desafios na hora de lidar com o público? Você tem outras dúvidas ou sugestões sobre boas práticas no atendimento? Deixe seu comentário e compartilhe tudo com a gente!

Bruno é aficionado por tecnologia e por negócios, adora ver como essas duas coisas podem ser combinadas para melhorar a vida e as experiências das pessoas. Ele é engenheiro, "computeiro" e sócio do isyBuy, onde trabalha para que as pessoas parem de desperdiçar o que elas tem de mais precioso na vida: seu tempo